Faça brilhar a luz em seu mundo interno

Quando dizem que a luz venceu, não considero verdadeira essa afirmação.

Do jeito em que está o mundo, da forma como é conduzido, isso em todos os setores essenciais da vida, pelos líderes mundiais que abertamente expressam seus objetivos mais obscuros, a redução populacional, a retirada de todos os direitos humanos, econômicos e de sobrevivência, realmente, o mundo entrou em colapso total. Se daria para piorar, presumo que sim, pois a polaridade negativa tomou conta de tudo e da grande maioria da humanidade.

Hoje, valores impensáveis estão substituindo os valores nobres sobre a família, educação, filhos, sociedade, trabalho, democracia, propriedade privada,  e assim por diante.

Percebo que o mundo chegou numa ruptura total, com a degradação do ser humano que se reflete nos animais, na natureza e no planeta.

O mundo está sob controle daquela minoria que manipula a mente humana, de tal forma que seria inconcebível acreditar há alguns anos. Isso acontece em todos os setores, mídia, escolas, músicas, filmes, livros, TV, etc.  Os vaidosos, orgulhosos e ambiciosos conquistam seus objetivos materiais, a qualquer preço, alinhando-se aos propósitos escusos dessa minoria. E colaborando para a propaganda e a implantação de uma agenda maléfica vestida de nobre.

Eles são poderosos?  No meu ponto de vista, categoricamente, afirmo que não. Mas como chegaram nesse ponto de imperar sobre os ditames mais nobres da vida? Chegaram nesse ponto com armadilhas aprisionantes para a mente humana, com manipulações, com tecnologias avançadas, leis arbitrárias, interesses escusos, com a sedução de prazeres e sensações viciantes, e muito mais.

Infelizmente o ser humano foi caindo e se adaptando a um nível de frequência tão baixo, que  se tornou um desafio, quase insuperável, para sair das tramas que o aprisionam. Ele jaz, inconsciente e letárgico, nos fios que o prenderam através do poder, do dinheiro, da ganância, dos prazeres mundanos. Reconheço, firmemente, que o ser humano não é e não foi uma vítima de tal sistema. Ele foi seduzido e manipulado a aceitar os interesses de outrem, mas aderiu ao que foi se apresentando, sem questionar, sem o uso da razão.

Nesse momento atual, quem não descobriu ainda as armadilhas impostas para este mundo material e não procurou sair delas, corre o risco de seguir adiante no mesmo nível, talvez até pensando ser feliz. Nada contra, sem julgamentos, sem críticas. Afinal, cada um sabe de si. Disseram para olharmos para fora e olhamos. Dessa forma nos perdemos do olhar para dentro para encontrar o nosso deus interno, o nosso poder em potencial. Deixamos de acreditar que somos poderosos. Ficamos tão cegos, em nossa percepção, que nos embriagamos pelo mundo material e arrisco a dizer, até gostamos de nossas jaulas emocionais, mentais, físicas.

Por isso, cheguei à conclusão de que a luz não venceu. Foram alguns que venceram a própria cegueira e olharam para a essência divina, de tão cansados que estavam de viver nesse ciclo sem saída. Chegou o momento de maturidade para muitos, mas o desafio ainda continua até conseguir ser livre totalmente. Estes se religaram à luz e permitiram que a luz se fizesse presente em seu mundo interno, para ajudar a iluminar o planeta. Olharam para sua sombra e estão transmutando o negativo para positivo. Há muito trabalho ainda a fazer, portanto, o foco é interno. Hoje mais do que nunca.

Se não fosse o fim desse jogo, na materialidade,  acredito que todos pereceriam nas garras sedutoras da polaridade negativa. Aguardemos, portanto, alegres por termos vencido nossa própria inconsciência e ter percepcionado uma realidade plena de luz.

É fundamental olhar para dentro, corrigir o que ainda pede correção, perdoar e se autoperdoar, ampliar sua consciência tendo foco e determinação. Siga em frente, você merece!

 

Anete L. Blefari
anete@sermelhorepleno.com.br
www.sermelhorepleno.com.br



WhatsApp chat