Você está pronto para sentir-se melhor?

Muitas pessoas sentem-se vítimas e não assumem a responsabilidade por si mesmas, principalmente, quando estão com baixa autoestima. Elas transferem para os outros uma responsabilidade que é delas e os culpam quando algo não acontece conforme o desejado.

Pode haver vários motivos, até bastante razoáveis, pais com atitudes rigorosas, cônjuges controladores, mas a responsabilidade de sua vida é apenas sua.

Você acredita que alguém tem as soluções para suas dificuldades, seus problemas? Você se sente vítima da vida e das circunstâncias?

Saiba que só você mesmo pode mudar sua vida. A mudança se processará quando você se decidir por ela. Só você poderá mudar seu nível de autoestima. Só você poderá conquistar independência e assumir responsabilidade por si mesmo.

Ninguém tem o poder de mudar pessoas ou acontecimentos. A maneira como você reage diante das experiências é um padrão seu, mas você pode aprender a adquirir autocontrole. Você deve fazer um esforço para sentir-se melhor e tornar sua vida melhor e plena.

A mudança que você quer depende exclusivamente de você; do quanto está comprometido a mudar. É de fundamental importância que tenha claro o que deseja mudar em sua vida e o que quer alcançar. Não é fácil saber o que se quer, quando não se trabalha o mundo interno; quando não se tem consciência dos sentimentos.

Pessoas dependentes da opinião dos outros, costumam ter um acúmulo de emoções negativas. Só se autopercebendo é que se pode recuperar o poder pessoal e tomar atitudes na direção dos objetivos a alcançar.

Em primeiro lugar, melhore sua autoestima; trabalhe a si mesmo.

Identifique tudo que deseja alcançar em sua vida. Coloque metas específicas, claras e alcançáveis; escreva em uma folha de papel.

Divida as metas, a cada passo, e coloque datas para a finalização de cada etapa. Acompanhe as metas e readapte-as conforme a necessidade. Coloque foco e determinação.

O desenvolvimento pessoal é um processo contínuo e a mudança se processará, conforme seu comprometimento em mudar.

Analise e reflita sobre o que tem impedido você de alcançar seus objetivos, de efetuar mudanças. Você está pronto para mudar, ou tem medo da mudança? O que o faz permanecer aonde está  e do jeito como está? Que medos existem para efetuar a mudança que quer? Que vantagens e desvantagens você terá ao mudar? Que vantagens e desvantagens você tem em permanecer como está, com seu atual nível de autoestima? Talvez o medo de enfrentar o novo? Ou por estar habituado ao que é familiar para você?

Escreva todas as vantagens e desvantagens, analise-as e faça a comparação entre elas.

Pessoas com baixa autoestima são cautelosas e hesitantes. Elas têm medo de assumir riscos. O único modo de lidar com o medo é enfrentando-o.

Aprenda a amar a si mesmo e, dessa forma, terá mais condições de amar aos outros. É vital amar a si mesmo. O amor próprio é resultado da autoaceitação. Aceite suas limitações e suas capacidades. Não existem pessoas perfeitas. Responsabilize-se por você, por sua vida e sinta-se melhor consigo mesmo; conquiste tudo que deseja porque você merece.

Anete L. Blefari
anete@sermelhorepleno.com.br
www.sermelhorepleno.com.br

Referência:  SHEEHAN, Elaine – Baixa autoestima – esclarecendo suas dúvidas – Guias Ágora