Liberte-se de padrões mentais destrutivos

Durante séculos o homem precisou lutar para sobreviver. Com o tempo tornou-se um condicionamento, uma obsessão, fortalecer o ego para enfrentar a batalha pela sobrevivência.

O ego é o núcleo da personalidade, a parte consciente que interpreta a realidade.

A criança nasce sem o ego e a sociedade vai ensinando-a por meio da educação, religião e cultura a criá-lo.

A fonte de todos os problemas, conflitos, guerras, ciúme, medo, depressão e etc… é o ego.

O ego é o conjunto de formas de pensamento e de padrões mentais e emocionais condicionados.

A mente egóica crê que é o que pensa. Todo o conteúdo da mente, pensamentos e emoções, é condicionado pelo passado que foi gerado pela cultura e ancestrais.

Estratégias do ego para se fortalecer
  • Queixas e reclamações – a mente cria histórias e acreditamos nelas, sejam em pensamentos ou palavras.
  • Rótulos mentais negativos às pessoas, ou falar sobre elas para outros.
  • Xingamentos, críticas, julgamentos – é a necessidade do ego em estar certo e superior aos outros.
  • Gritos – nível alto de inconsciência
  • Violência física – nível altíssimo de inconsciência

O ressentimento fornece mais energia ao ego quando você fica magoado, melindrado ou ofendido. A inconsciência das pessoas é vista como a sua identidade.

Como se libertar da negatividade?
  • Não reaja ao ego das pessoas
  • Reconheça que o comportamento da pessoa vem do ego
  • Compreenda que não é nada pessoal

Com a não reatividade, ajudamos a outra pessoa a desenvolver a sanidade. Desse modo, a consciência não condicionada observa a consciência condicionada.

Em certas ocasiões, podemos nos proteger da inconsciência profunda das pessoas, sem torná-las nossas inimigas.

Esteja presente. Viva no momento presente e o ego perderá o poder sobre você.

Sempre que você vive no momento presente, pode observar a voz do ego e perceber que ela não é você. Você é aquele que está tendo consciência da presença dela.

Assim que você se torna consciente do ego, ele será apenas um velho padrão mental condicionado. O ego é inconsciência. Toda vez que o ego é observado, ele perde força.

Anete L. Blefari
anete@sermelhorepleno.com.br
www.sermelhorepleno.com.br

Referências:

TOLLE, Eckhart – Um novo mundo – o despertar de uma nova consciência, RJ, Sextante, 2007

OSHO – O livro do ego – 5ª. Ed., RJ, BestSeller, 2017.



WhatsApp chat