O que é ser resiliente?

É ter a capacidade de enfrentar dificuldades, crises, traumas, perdas, adversidades e se recuperar diante dessas situações.

E você, considera-se uma pessoa resiliente ou vulnerável aos diversos desafios em sua vida?
Seguem algumas posturas e atitudes para se tornar uma pessoa resiliente:

Adote o otimismo

Veja o lado bom de cada acontecimento, situação ou adversidade. Pense positivamente diante de desafios. Acredite em sua capacidade  e que a situação vai melhorar em breve. Ao invés de se sentir abatido diante das adversidades, foque na solução. Abra-se para compreender o que está acontecendo e busque uma solução. Use sua criatividade.

Gerencie as emoções

Pratique o autocontrole emocional. Não permita que as emoções o dominem. Use a razão para ter o controle emocional. Sempre que sentir uma emoção  começando a tomar conta de você, respire fundo e diga para si mesmo: “estou me acalmando. Tudo  está bem.” Pratique não reagir automaticamente aos gatilhos internos e/ou externos que disparam suas emoções.

Controle os impulsos

Diante de uma contrariedade, procure controlar o impulso de responder imediatamente. Volte seu pensamento para seu corpo, respire  fundo e  se dê um tempo para pensar antes de falar ou dar alguma resposta.  Use a tática de se dar 24 horas para responder à situação.

Se você compra por impulso automático e fica sempre com dificuldade para quitar suas contas, prepare-se antes de ir a algum lugar em que esse comportamento costuma se repetir. Coloque em prática a intenção de comprar somente o que é necessário. Faça uma planilha financeira do quanto você ganha e as dívidas já assumidas e tome a atitude de pensar antes de comprar. Faça as contas e analise se realmente você precisa daquela roupa, por exemplo, antes de comprar por impulso.

Sua saúde, mental, emocional e financeira, depende do controle desses impulsos. Investigue quais são os gatilhos que fazem você gastar mais do que realmente deseja. Por exemplo, quais os lugares, pessoas, comportamentos, pensamentos que levam você a comprar por impulso.  Analise, coloque a intenção de obter o autocontrole dos impulsos. Use sempre a razão e não o emocional para fazer compras.

Se você praticar o autoconhecimento e a autopercepção, nas diversas situações, poderá adquirir o autocontrole e a resiliência para superar todos os desafios que a vida apresenta.

 

Anete L. Blefari
Psicoterapeuta e Master Coach
www.institutoessencial.com

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.