O despertar da consciência possibilita a cura das feridas emocionais

Você vem para a vida material, com o propósito de vencer a si mesmo, curar suas feridas e corrigir suas características morais, no intuito de progredir espiritualmente e ser feliz. O que determina a atração da família são as necessidades cármicas. Semelhantes atraem semelhantes. Energias cármicas densas, no períspirito (corpo espiritual), encontram conexão com energias idênticas de pais e irmãos. Assim, se nasce na família certa, com endereço certo, para os encontros que se fazem necessários às curas cármicas. Cada membro familiar, portador de energias cármicas densas, vai impactando um no outro e ativando, assim, as dificuldades a serem resolvidas; os padrões repetitivos de eras passadas para serem curados.

Estabelece-se, dessa forma, o sistema familiar, com disfunções próprias, provenientes da carência de cada membro e, inconscientemente, seus membros vivem e experimentam uma dinâmica específica no conjunto. Essa dinâmica vai se estabelecendo, cada vez mais forte e mais disfuncional, sem que os membros familiares tomem consciência dos padrões que se repetem em suas interações.

Através das experiências, acontecimentos e eventos, os padrões vão ressurgindo com igual teor e intensidade do passado. Pais inconscientes vão criando, e não educando, por falta de habilidades saudáveis, filhos, também, inconscientes. E a confusão é gerada. Muitas vezes torna-se um verdadeiro caos. Pessoas convivendo no mesmo espaço familiar, sem vínculos emocionais, com muita cobrança, muita exigência, rancores, mágoas, ressentimentos, sem comunicação, com conflitos não resolvidos e muita energia densa impactando cada vez mais o ambiente. Dessa estrutura, acabam surgindo as dependências, em geral, os hábitos nocivos, a carência, os abusos físicos e psicológicos, sentimentos de rejeição e de abandono e muita solidão. Pessoas que deveriam aprender a se amarem umas às outras se cristalizam em comportamentos codependentes com muita energia bloqueada. Os efeitos, desse sistema familiar disfuncional, vão repercutir na vida pessoal e profissional de cada membro. Muitas vezes, impactam na área financeira, bloqueando a criatividade para os negócios, despertando medos e falta de confiança na vida.

E o que a vida faz para despertar toda essa inconsciência?

A vida vai trazendo experiências e padrões repetitivos que, fortemente, abrem brechas na consciência para que a pessoa desperte. No momento em que se cansa de vivenciar sempre o mesmo tipo de experiência, a pessoa recebe impulsos para tomar alguma ação. Se alguma ação, para mudança, não é tomada, os estímulos continuam a se repetir.

Toda tendência é autoadquirida nesta ou em vidas passadas e pode ser transformada, desde que se tome uma atitude para isso.  No geral, as pessoas atribuem seus problemas aos outros, à forma como são tratadas e ao ambiente denso. Nossos problemas são provenientes de nossas ações cometidas no passado. Qualquer mal que sofremos, atribuímos ao emissor desse mal, mas fomos nós mesmos que o atraímos com o magnetismo emanado de nosso próprio carma.

Com o mau uso do livre-arbítrio, criamos as circunstâncias da vida, hábitos ou qualquer característica pessoal. Somos os responsáveis por nossa história. Portanto, não nos cabe o direito de acusar ninguém pelos males que sofremos. Aceitemos a responsabilidade por nossa própria vida e pelos insucessos alcançados. Procuremos fazer sempre o melhor, eliminando as más tendências, avaliando os pensamentos, sentimentos, emoções e as próprias palavras, que compõem toda nossa programação mental e emocional.

Quanto mais despertarmos nossa consciência, mais nos curamos.  Muita paz, luz e amor.

 
Anete L. Blefari
Bem-estar e Transformação Pessoal
www.institutoessencial.com

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.