Meu primeiro e grande amor

“Eu tenho tanto pra lhe falar, mas com palavras não sei dizer, como é grande o meu amor por você.”

 

Quando apareci na sua vida, eu era apenas um projeto, mas você me acolheu. Com esse acolhimento, pude, então, me desenvolver a cada dia que passava, juntinho com você. Fui respirando, me nutrindo e tendo as batidas de meu coração, cada vez mais fortes. Tudo que você pensava, falava e sentia, eu vivia. Eu estava 100% com você, vivendo no mesmo mundo. Um mundo que eu ainda não conhecia sem você. Você me deu a vida. Você foi e é minha mãe para sempre. Por essa dádiva, é que lhe devo tanto. Sem você, o meu caminho, a minha história, não existiria. Sem você, não estaria aqui, agora, expressando esses sentimentos e me conectando à pessoa mais importante da minha vida.

Pelas leis do amor, você pertence e pertencerá, para sempre, à minha história, porque está gravado nos registros cósmicos. Você foi e é o meu primeiro e grande amor, para sempre. Não há amor maior do que aquele que possibilita a vida ao outro.

Foi, em nome do amor que você cumpriu, com dignidade, a lei de servir. Você se colocou a serviço das leis da vida. Por nove meses, me serviu, com seu próprio corpo. Forneceu-me as condições necessárias, para que cada célula se multiplicasse. Proporcionou-me o crescer dentro de você. Concedeu-me tudo que eu necessitava para que tivesse um corpo físico e pudesse cumprir minhas tarefas e evoluir espiritualmente. Não posso, em momento algum, dirigir qualquer crítica ou julgamento a você, sob qualquer hipótese. Hoje, vejo a vida com mais consciência. Se estou aqui e agora é porque você me deu essa oportunidade, para vivenciar as minhas experiências. Tudo começou com você, dentro de você.

Hoje, mais consciente, posso dizer que honro a sua história e reconheço a sua dignidade.

Hoje, tenho a compreensão do quão difícil foi a sua jornada e peço-lhe perdão, por meus enganos. Se posso viver uma vida melhor, é porque você veio antes e passou o seu melhor. Ensinou-me tudo que sabia. Deu tudo que podia. Você me deu a oportunidade de conhecer e trilhar o caminho, com mais facilidade. Hoje, posso conectar-me à minha origem, com amor, e seguir adiante. Só assim, estarei honrando a sua vida. Sendo grata e feliz.

Hoje digo: “mamãe, você foi e é meu primeiro e grande amor, para sempre. Perdoa-me. Sinto muito, eu te amo e sou muitíssima grata.”

Onde quer que esteja, receba as energias do meu amor, da minha reverência por você. Gratidão sempre

 

Anete L. Blefari
anete@sermelhorepleno.com.br
www.sermelhorepleno.com.br

No Comments

Post A Comment